ÓLEO DE CANOLA: VOCÊ ESTÁ SENDO ENGANADO! | Clube do cabelo e cia


Você utiliza óleo de canola?
Se respondeu sim, melhor começar a rever os seus conceitos...

Atualmente, o óleo de canola é um dos óleos mais usados ​​em alimentos processados; mas poucas pessoas sabem sua origem...

Agora vejamos... O óleo de coco vem do coco, o azeite de oliva vem das azeitonas ... e o óleo de canola, vem do quê?
Não há nenhuma planta de canola - a palavra "canola" vem de "Canadian oil, low acid", (azeite canadense de baixo teor ácido), pois é um produto geneticamente modificado, transgênico, originado da "colza" , que é subsidiada pelo governo canadense. 
(A mudança de nome foi uma jogada de relações públicas devido à má "reputação" da colza)

A Colza, é um "tipo" de mostarda, um vegetal barato, fácil de crescer e resistente a insetos. Possui o ácido erúcico, que é altamente tóxico; e por ser tão tóxico, animais e insetos não o ingerem, e por isso seu óleo é usado como herbicida e inseticida eficaz.

A Colza foi utilizada para a produção do "agente mostarda", gás letal utilizado em larga escala, nas últimas grandes Guerras Mundiais, causando enfisema, dificuldade respiratória, anemia, constipação, irritabilidade e cegueira. 

E pasmem...após uma modificação genética neste mesmo óleo, agora ele é vendido como sendo um óleo comestível. Oi?????

Um pequeno detalhe: O Canadá produz e exporta o óleo de canola, porém ele mesmo, não o consome.

O outro problema está no processamento do óleo de canola, que é  feito com altas temperaturas, pressão, e solventes de petróleo, tais como o hexano.
O óleo de canola passa por um processo de refino químico, degomagem, branqueamento e desodorização (porque ele fede muito),  com altas temperaturas e produtos químicos questionáveis.

Isso tudo, acaba gerando a oxidação dos ácidos graxos poliinsaturados,  tornando este óleo prejudicial à saúde.
Uma vez que este óleo já tenha sido danificado pelo seu processo de refinação, em seguida, ainda passa por um outro processo chamado de hidrogenação, o que aumenta ainda mais o teor de gordura trans do alimento.
É essa hidrogenação, que aumenta a vida de prateleira do óleo de canola; porém, diminui  a saúde de quem o consome.

Um dos maiores problemas com óleos vegetais altamente processados ​​e refinados, como o óleo de milho, óleo de soja, e óleo de canola, é que os componentes poliinsaturados desses óleos (ômega 3 e etc), são altamente instáveis sob o calor, a luz, e pressão, e é isso que oxida fortemente os ácidos graxos poliinsaturados, e o que faz aumentar os radicais livres no seu corpo.

Resumindo:  
O processamento de alta pressão e alta temperaturas, com solventes químicos, transforma o ômega-3 em gorduras trans. 


Consequências do consumo frequente de óleo de canola:
O resultado final desse processo, é a produção de óleos com propriedades altamente inflamatórias, que fazem verdadeiros estragos dentro do nosso organismo, contribuindo para doenças cardíacas, aumento de peso, e outras doenças degenerativas.


Mas se o óleo de canola não é saudável, porque então é o preferido na indústria de alimentos processados?

É muito comum ouvir na mídia, que o óleo de canola é "saudável ao coração".
Mas lembrem-se, que muito do que se ouve na mídia, são influências  de táticas de marketing, empregadas por grandes empresas de alimentos.

Lembram da campanha da "margarina saudável", onde diziam que a margarina era mais saudável que a manteiga? O pior, é que até hoje, muita gente acredita nisso... margarina só é melhor que manteiga no PREÇO!
Vocês acham mesmo, que se a margarina  fosse realmente mais saudável, seria mais barata?
Não vamos ser tão inocentes, não é?


Voltando ao óleo de canola...
O óleo de canola é barato para a produção, e é de interesse que todos achem que é um "óleo saudável", para que o público e os restaurantes escolham-no como seu principal óleo.

Logo, o óleo de canola é o preferido das indústrias de alimentos:
 > Porque é barato;
 > Porque ele hidrogena mais facilmente que o óleo de soja ou de milho;

Verificando o rótulo...
Para verificar se um produto contém gordura trans, não se prenda  ao que está escrito na parte da frente do rótulo. A Anvisa  permite que os fabricantes rotulem os seus produtos com "gordura trans zero" se cada porção individual contiver menos de 0,05 gramas de gordura trans.
Muitos fabricantes simplesmente reduzem o tamanho da porção, para alcançar este "número mágico".
Para saber com certeza se um produto realmente contém gordura trans, você deve olhar a lista de ingredientes e procurar as palavras "hidrogenado" ou "parcialmente hidrogenado." Se essas palavras aparecem, em seguida, o produto contém gordura trans.



Alternativas:
Agora, imagina o óleo de canola, após passar por todo esse processo, ainda ser aquecido novamente em alta temperatura no fogão!?

Esta é a razão pela qual o azeite extra-virgem e o óleo de coco são mais indicados para a preparação de alimentos, pois são prensados a frio, sem o uso de calor e solventes químicos nocivos.

O Azeite de oliva extra virgem, é mais indicado para cozinhar em temperaturas baixas, ou usado em alimentos frios, como saladas.

O óleo de coco (ou palmiste) pode ser utilizado em todas as temperaturas de cozimento, devido à sua altíssima estabilidade sob o calor.


Leia mais detalhes sobre a verdade do óleo de canola no site do DR. VICTOR SORRENTINO, aqui.


Fica a dica!!!
bjssss







Postar um comentário

  1. genteeeeem estou eu aqui sendo enganada, achando que usar o oleo de canola era mesmo mais saudavel!

    valeu a dica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já não está mais!! ;)
      bjsss

      Excluir
    2. Nossa estou pasma com isso sempre dei preferência para óleo de canola achando ser mais saudavél, obrigada pelas dicas!!;0.

      Excluir
    3. Pois é, que nem no caso da margarina, que a mídia espalhou que era mais saudável que a manteiga... aí a gente acha que é saudável, mas qdo vai ver, não é nada daquilo.... bjss

      Excluir
  2. Erika, vc usa o óleo de coco para fazer pratos salgados? Estou pensando em comprar, mas confesso que estou com medo de deixar sabor adocicado nos alimentos... Obrigada pelas suas dicas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pra salgado, eu já tentei usar oleo de coco virgem (licuri), mas não rola... não é que fique doce, mas fica com gosto de coco. Então uso ele só pra doces... bolos, etc... aí fica bom!
      Pra cozinhar uso o óleo de palmiste refinado (que tbm é óleo de coco, mas não tem gosto nem cheiro). Compro o palmiste na Destilaria Bauru (aquele banner lá em cima, do lado direito do blog)
      bjsss

      Excluir
    2. Puxa... Muito obrigada!!!! Vou providenciar já! Erika, você "é mara"!!!! rsrsrsrs Obrigada por compartilhar conosco todas essas coisas maravilhosas para a saúde.

      Excluir
  3. É meu povo a gente come muita carne de pescoço pensando que é picanha. Infelizmente é permitido essas propagandas pra iludir o povo. O que importa para essas empresas é vender nem que pra isso tenha que matar os outros, se o bolso deles tá cheio de R$ o resto que se lasque. E ainda tem gente que pergunta o porquê de tantos casos de câncer e outras doenças, mas também é veneno pra todo lado e desse tipo nã há organismo que resista. Por mais que nos cuidamos ainda assim comemos veneno, bebemos veneno, vestimos veneno, respiramos veneno... é triste mas é real.

    ResponderExcluir
  4. O DR Ivandelio sanctus sempre fala sobre esse óleo,na mascara moroccanoil tb vai esse tal óleo,imagina que se faz mal consumir ele nos alimentos tb deve fazer muito mal aos cabelos não?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pra vc ver né... e essa máscara ainda custa o olho da cara... afff... com certeza, não traz beneficio algum aos cabelos!
      bjssss

      Excluir
    2. Há uns 2 anos assisti várias palestras do Dr.Lair Ribeiro e ele tb afirmava sobre os prejuízos deste óleo e recomenda que se use um dos 3 : azeite d oliva extra virgem c embalagem d vidro escuro, oleo d coco e banha d porco. Desde então uso a banha da Sadia p preparar pratos salgados salgados.

      Excluir
    3. Eu vi esse vídeo do Dr. Lair, mas o azeite de oliva tbm não é bom pra cozinhar, pq ele não aguenta temperaturas elevadas e oxida. Só o óleo de coco é o mais saudável mesmo... ele e os seus derivados: babaçu, palma e palmiste.
      Banha não uso, pq sou vegetariana.

      Excluir
  5. Pois é, roubam da gente o dindim (pq esse oleo nao é barato) e a saúde né...até qdo vamos permitir isso...temos que saber mais a respeito das coisas que comemos, bebemos, usamos...o natural é sempre melhor mesmo. Vou enviar este artigo a várias pessoas q conheço...vamos espalhar...pq mta gente ainda nao sabe disso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Creusa!
      No que depender de mim, estarei sempre pesquisando pra trazer informações de produtos saudáveis!
      bjkssss

      Excluir
  6. erika, não tem a ver com o este post mas... ql é a melhor maneira de higienizar as frutas, legumes, verduras?? li q isso minimiza (bem pouco, mas melhor q nd) a qtdade de agrotóxicos nos alimentos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Helena, eu lavo e deixo de molho na água filtrada com vinagre de maçã, e 1 gota de óleo de melaleuca.
      bjsss

      Excluir
    2. faz mal usar água sanitária pra este fim? Do jeito q vc faz, ql a medida de água e vinagre de maçã?

      Excluir
    3. não creio que água sanitária seja muito saudável pra ser ingerida.... eu lavo as frutas primeiro, e depois coloco numa bacia com água e jogo o vinagre de olho, não tenho medida...

      Excluir
    4. dizem que o vinagre não é suficiente, mas também não sei... quanto tempo vc deixa de molho?

      Excluir
    5. Eu deixo uma meia hora...
      ...lembrei que tem gente que usa água oxigenada em vez do vinagre...

      Excluir
  7. Além disto tudo que foi dito é importante ressaltar o fato da Canola ser um vegetal TRANSGÊNICO, ou seja, é um produto criado em laboratório. E vale salientar também: que o nosso Milho e Soja são praticamente 90% TRANSGÊNICOS. Aquela farinha de milho que você compra inocentemente no mercado, a soja que contém seu no seu óleo de cozinha têm seus DNAs modificados. Se nosso povo não fizer nada a respeito, em breve não teremos grãos originais, feitos pela natureza, mas sim cópias mal feitas pelo homem. A melhor e única saída é: o BOICOTE. Não compre produtos TRANSGÊNICOS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso aí Gerson!!
      A Monsanto está dominando o mundo com suas sementes transgênicas!
      E pior, aqui no Brasil a Anvisa não exige que venha escrito "transgênico"... ou seja, a gente nunca vai saber se um alimento é transgenico ou não, pois muitos alimentos industrializados são feitos com esse óleo de canola, e sementes transgenicas.
      Soja e milho eu já não como mais... mas daqui a pouco não vai sobrar mais nada pra gente comer... :(
      bjss

      Excluir
    2. Putz... lembrei..eu como pipoca!! :(

      Excluir
  8. Oi, Erika!
    Seria legal um post sobre a soja.
    É tão difundido o bem que ela supostamente faz (até comprei pra dar para o meu filho), mas na verdade existem mais contras que prós.
    Beijo! Adoro o blog!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Paula!
      Sim, vou fazer!!
      Infelizmente a soja tbm não é tão mais saudável... como disse o nosso amigo Gerson aí acima, 90% da soja que é vendida, já é transgênica.
      bjsss

      Excluir
  9. Pegando carona um pouco no que a Paula Custódio disse, existe uma apologia sobre a soja e isso é extremamente perigoso, pois a ÚNICA forma de comê-la sem danos é da forma fermentada. A soja não fermentada possui tripsina que "roubam" nutrientes do nosso corpo. Apoio a matéria e se quiser, Érika, possuo uma matéria muito séria com referências bibliográficas. É só pedir que te envio. Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi meu querido!!
      Claro, quero sim!! Pode mandar pro email do blog clubedocabeloecia@gmaill.com
      muito grata!
      bjssss

      Excluir
  10. Graças que eu nem sabia que esse óleo existia.

    ResponderExcluir
  11. com o que a gnt deve fritar as coisas então se tds esses oleos sao ruins para a saude? tipo, e pra fritar um bife? acho que o oleo de coco não dá né ou dá?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O óleo de palmiste, que é um óleo de coco tbm, e pode ser refinado que não perde suas propriedades. Por ser refinado, ele não tem gosto nem cheiro de coco, sendo melhor pra cozinhar . É o que eu uso.

      Excluir
  12. Matéria bem interessante. Nunca me atrai pelo óleo de canola. Achava caro e sempre desconfiei dessa coisa de ser mais saudável. Ai tinha lido algo sobre a canola não ser boa. Agora com o seu post já sei que devo passar longe dela. Sobre a soja em lojas de produtos naturais tem as que não são transgênicas, vem escrito na embalagem, são as que uso em casa para fazer as minhas receitas...Abração!
    http://belezaevida2014.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI Gui,!
      Verdade, tem umas marcas orgânicas de soja que são boas. Mas são poucas! Qual vc usa?
      bjkssss

      Excluir
    2. Aqui em Campinas/SP tem uma loja chamada Alma zen que tem a marca própria deles, eles vendem vários produtos inclusive a soja que não é transgênica. Sugiro ao pessoal procurar por lojas de produtos orgânicos...Abração.

      Excluir
    3. Aaaahhhh essa loja tem site tbm. Mas não vende comestíveis no site :(
      Tem a marca "mãe terra" tbm, que alguns supermercados grandes vendem.
      bjsss

      Excluir
  13. Oi, vc saberia me dizer se o batom feito com giz de cera, é uma alternativa natural. Pois dizem que ele é atóxico, Bjs

    ResponderExcluir
  14. Oi Erika, e o óleo de abacate? Vi em alguns sites dizendo que ele resiste a altas temperaturas. Pois ele é mais fácil de encontrar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Paula,
      Será que ele resiste à frituras, como o óleo de coco? não sei... teria que pesquisar... Qual a temperatura que vc viu, que ele aguenta?

      Excluir
  15. Olha Erika, nos sites só colocam o ponte de fumaça de 271ºC. Estou procurando mais a respeito. Em casa não uso muita fritura, mas para substituto em prato salgados que vão ao forno, estou procurando alguma coisa que seja acessível.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, 271 ºC é uma boa margem!! Uma boa opção então, hein!!
      Obrigada por compartilhar! bjssss

      Excluir
    2. Que bom, o óleo de abacate já tem no mercado das mesma marca que o de coco, fica mais fácil, nem pago frete :).

      Excluir
  16. e no caso onde usamos muito óleo como nas frituras..como peixe, frango,pastel..q muitas vezes usamos uma vez só e ja temos q descartar..como no caso de fritar peixe..usar óleos caros seria muito desperdício..o de girassol seria indicado nesse caso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Edrienne!
      Aí não tem jeito... tem que optar pela saúde ou pelo bolso... infelizmente aqui no nosso país, td que é mais saudável é mais caro.
      O de girassol tbm é refinado e não aguenta altas temperaturas.

      Excluir
  17. Genteeeee, como assim? Estou hiper assustada agora! Já ouvi muita gente falar maravilhas desse óleo. E eu? Eu ainda acreditava sobre a margarina... tem post sobre ela? Tô me sentindo a pessoa mais manipulada pela mídia do mundo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi minha querida! Pois é... somos manipulados mesmo!
      A margarina tbm é gordura hidrogenada, o mesmo processo que esse óleo aí, só que ainda um pouco pior ..rs
      não tenho post sobre ela...por enquanto.
      bjksss

      Excluir
  18. Erika do meu coração... pior? Estou em posição de quase desmaio aqui.... aguardando o post!!

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Volte sempre!

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Entre para o nosso Clube!

 
Clube do cabelo e cia © 2013. All Rights Reserved. Powered by Blogger
Top