16/10/14

COMO REDUZIR O CRESCIMENTO DE PELOS (HIRSUTISMO)


O hirsutismo é uma condição em que as mulheres têm muito pêlos indesejáveis ​​em seus rostos e corpos. É causado por um excesso de produção ou ação de hormônios chamados andrógenos, secretado pelos ovários ou glândulas supra-renais.

 É normal que as mulheres possuam uma pequena quantidade de testosterona, mas existem algumas condições que podem causar um desequilíbrio nos níveis de testosterona, causando o crescimento exacerbado de pêlos.

O que pode causar o desequilíbrio da produção de testosterona?
> Síndrome do ovário policístico;
> Tumores nas glândulas supra-renais ou ovários;
> Síndrome de Cushing
> Medicamentos que podem causar o crescimento de pêlos, tais como fenitoína (Dilantin), minoxidil (Rogaine), diazóxido (Proglicem) e Ciclosporina, Danazol (Danocrine), usado para tratar a endometriose
> Esteróides anabolizantes
> A obesidade pode contribuir para o hirsutismo.



Quais os sinais e sintomas?
O principal sintoma de hirsutismo, é o crescimento de pêlos no abdômen, seios, ou face.



Caso o hirsutismo seja causado por altos níveis de hormônios masculinos, os sintomas também podem incluir:
> Períodos menstruais irregulares
> Acne
> A perda de forma do corpo feminino
> Os sinais de masculinidade - o aprofundamento da voz, calvície masculina, clitóris aumentado, músculos do ombro desenvolvidos.

Caso o hirsutismo seja causado pela "síndrome de Cushing", os sinais e os sintomas podem incluir:
> Obesidade
> Pressão arterial elevada (hipertensão)
> Diabetes

A decisão de tratar o hirsutismo é por vezes uma questão de escolha pessoal. A Raça e etnia desempenham um papel importante no crescimento de pêlos no corpo. Como exemplo, mulheres asiáticas e indígenas tendem a ter pouco cabelo no corpo, ao passo que as mulheres do Mediterrâneo e do Oriente  Médio tendem a ter moderada a grande quantidade de pêlos no corpo.
Nossa cultura também determina como é "esteticamente aceitável" ter excesso de pêlos.

Vários métodos podem ser utilizados para remover ou clarear os pêlos em excesso, para que eles sejam menos perceptíveis. Os meios mais comuns são:

> Barbear -  é um método seguro e eficaz para remoção de pêlos, mas exige sessões diárias.

> Depilação e clareamento - Depilatórios e clareadores podem causar irritação e sensibilidade da pele em algumas mulheres.

> Eletrólise - O tratamento pode ser doloroso e muitas vezes é caro. É indicado para a depilação de  pequenas áreas, como o buço ou as axilas. Um instrumento com uma agulha na ponta é introduzido nos poros e destrói a raiz do pêlo.

> Depilação a laser - Também é um tratamento caro. Muitas vezes pode reduzir permanentemente o crescimento do pelo, mas não alcança pelos mais claros. Tratamentos de manutenção podem ser necessário uma vez a cada seis a doze meses para remover os pequenos cabelos finos que voltam a crescer.

> Medicamentos - Existem vários medicamentos para o tratamento de hirsutismo. Estes medicamentos podem diminuir a quantidade de pêlos do corpo, e parar o crescimento de cabelo novo. A maioria destes medicamentos devem ser tomados por pelo menos seis meses para se perceber uma redução dos pelos, e nem sempre são igualmente eficazes em todas as mulheres; fora que sempre possuem efeitos colaterais.

> Pílulas anticoncepcionais - Algumas pílulas anticoncepcionais diminuem os níveis de andrógenos. Eles são geralmente a primeira escolha para o tratamento do hirsutismo;  As pílulas anticoncepcionais também podem ajudar a estabelecer ciclos menstruais regulares em mulheres que têm ciclos irregulares.

> Anti-andrógenos - Anti-androgénios são medicamentos que diminuem diretamente a produção de andrógenos ou bloqueiam a ação dos andrógenos sobre o folículo piloso. Porém, esses medicamentos podem causar defeitos de nascimento, não sendo indicados á mulheres que estão em idade reprodutiva.


Como reduzir o crescimento de pêlos, utilizando óleos essenciais:

Um estudo científico demonstrou que os óleos essenciais de tea tree (melaleuca) e lavanda são capazes de reduzir o crescimento de pêlos quando aplicados na pele com continuidade. 

No estudo, foi utilizado um spray contendo estes óleos essenciais com o objetivo de reduzir o crescimento excessivo de pêlos em mulheres com hirsutismo.

Também há estudos demonstrando que o hortelã pimenta possui efeitos idênticos na redução da velocidade de crescimento dos pêlos. 

Além do potente resultado destes óleos sobre o hirsutismo, eles também podem ser ótimas opções para o uso pós-barba ou pós-depilação, com o objetivo de diminuir a velocidade do crescimento dos pêlos. Eles podem ser utilizados diluídos em creme ou gel.


DICA de uso (Laszlo):
> 200g de gel de aloe vera (se você não tem babosa em casa, na Laszlo vende gel de aloe)
> 30 gotas OE tea tree
> 30 gotas OE lavanda
> 30 gotas OE hortelã pimenta

Obs.: Caso sua pele seja muito sensível, pode reduzir as gotas pela metade.














Fica a dica!!


Fontes:
Laszlo aromaterapia
http://umm.edu/health/medical/altmed/condition/hirsutism
http://www.uptodate.com/contents/hirsutism-excess-hair-growth-in-women-beyond-the-basics
http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23211454

Ler mais

12/10/14

MATÉRIA PRIMA NATURAL FRACIONADA - LOJA IN NATURA



Oi galera!

Hoje a dica é para quem curte matérias primas naturais, mas que não quer (ou não precisa), comprar em grande quantidade...

A Jéssica, criadora da loja virtual IN NATURA, teve uma ótima ideia para as pessoas que querem comprar apenas o necessário para fazer uma receita cosmética caseira: Vender matéria prima fracionada!

Achei essa ideial sensacional, porque às vezes você quer fazer uma receitinha básica pros cabelitchos, que pede apenas 5, 10 ou 20 ml de óleos vegetais, e aí não precisa ter que comprar 50 ou 100ml, arriscando de encalhar o resto do produto  depois, por falta de uso.

E o melhor, é que comprando em pequenas quantidades, pode-se até comprar mais variedades, não é mesmo? \0/

Além de matérias primas como óleos vegetais, óleos essenciais, manteigas vegetais e extratos glicólicos, a IN NATURA também vende aditivos (proteínas, vitaminas, etc), bem como frascos e tampas dosadoras.

Enfim, eu achei isso tudo muito bacana, porque nunca tinha visto fracionados de produtos naturais,
e achei muito útil compartilhar sobre esse site, já que eu dou tantas receitinhas naturebas aqui no blog...

Pra quem quiser conhecer, o site é esse: http://produtosinnatura.com.br/

Fica a dica!!






Ler mais

06/10/14

SABÃO DE CASTELA 100% OLIVA - RECOMENDAÇÕES E DICAS DE USO PARA PELE E CABELOS



Oi galeraaaa!!

Hoje eu quero falar um pouco desse fofo aí da foto acima: O sabão de Castela 100% oliva, que é um sabonete super hidratante, indicado para bebês, ou pessoas com pele sensível e/ou muito ressecada.

Esse sabonete também é muito benéfico para cabelos tingidos e ressecados. 
Inclusive, já tive ótimos feedbacks de clientes, em uso pós-tintura e descolorações.

Já falei mais detalhes sobre os benefícios que o 
Sabão de Castela 100% oliva traz para a pele, nesse post.:


E como eu recebo muitas perguntas sobre ele, resolvi fazer um vídeo dando recomendações de uso desse sabonete, que é tão querido e especial... bóra assistir?


E se tiverem mais dúvidas, é só deixar nos comentários, ok?

Para adquirir os sabonetes de 
Castela 100% Oliva 
(versões lavanda ou sem aroma) 
visite a "Sementes de Gaia":


bjksssss


Ler mais

30/09/14

NÃO TIRE A FEBRE DOS SEUS FILHOS


     A noção benéfica sobre a febre, persistiu por séculos, e inúmeros pacientes foram efetivamente tratados com 'terapia da febre' para ajudar sua recuperação de doenças como sífilis e tuberculose.

Em meados de 1800, compostos de aspirina que reduziam a febre rapidamente, se tornaram disponíveis comercialmente, e a visão médica da febre mudou abruptamente; e então médicos e pacientes ficaram focados em diminuir a febre.

De uns anos para cá, o ponto de vista sobre a febre está passando por mais uma reviravolta, graças à pesquisas recentes, que têm documentado os benefícios que a febre pode trazer ao nosso organismo. 

As novas descobertas levantam sérias dúvidas sobre tomar aspirina ou paracetamol para febre abaixo de 40 graus. 
De fato, um número de médicos, incluindo pediatras, agora estão sugerindo que as febres moderadas sejam permitidas em seu curso, pois ela pode reduzir a doença, potencializar a ação de antibiótico, e reduzir as chances de espalhar a infecção para outras pessoas.

Existem várias causas de febre, mas elas são mais comumente associadas à dezenas de diferentes vírus, bactérias e parasitas, que causam diversos tipos de infecções.

No que dia respeito às crianças, o temor dos pais, é de que a febre possa destruir componentes celulares do corpo, e ocasionar uma convulsão febril,  levando a danos neurológicos permanentes.

No entanto, estudos mostram o contrário, provando que a febre e convulsões febris não causam danos, mas sim as toxinas internas e micróbios, que se não forem eliminados, podem danificar o sistema interno, incluindo o sistema nervoso.

Portanto, suprimir a febre para evitar danos neurológicos, é  fazer exatamente o oposto, facilitando a disposição do paciente à toxicidade dos agentes invasores, e causando os mesmos sintomas que se está tentando evitar.

Até hoje não houve nenhuma evidência de dano celular causado pela febre, e na verdade, parece difícil de acreditar que o corpo simplesmente possa se "auto-cozinhar".

Quando o corpo produz uma febre, a regulação da temperatura não está fora de controle; apenas o termostato do corpo coloca a temperatura a um nível mais elevado, para poder lidar com os invasores (vírus,bactérias,etc). Na verdade, existem mecanismos internos do corpo, para reduzir a febre, quando ela alcança uma certa temperatura.


Como acontece a febre:
Normalmente, quando os vírus infecciosos ou bactérias entram no nosso organismo, as células do sangue conhecidas como "células-T", os identificam como invasores, e alertam uma região do cérebro conhecida como hipotálamo. Uma das funções do hipotálamo é manter a temperatura do corpo num nível constante (37 °).
Ao ser alertado pelas células-T , o cérebro aumenta o processo metabólico, fazendo com que eleve a temperatura do corpo, de modo a gerar uma grande quantidade de calor.
Se quantidade maior de calor for necessária, então ele gera os calafrios e arrepios no corpo, para que mais calor seja originado pelo atrito.

Ou seja, o hipotálamo não se contenta, até elevar a temperatura corporal ao nível requerido (ás vezes até 39 °), resultando em febre.

Este processo é totalmente natural e benéfico para o corpo, porque as células T executam suas tarefas de forma mais eficaz em 38 ° a 40 ° Celsius de temperatura.

Isto cria um ambiente hostil para organismos invasores, prejudicando a capacidade das bactérias e dos vírus para se replicarem, pois os vírus não podem suportar o calor além de certo limite, e então são exterminados;  as bactérias necessitam do conteúdo mineral de ferro do sangue para sua reprodução, e como a circulação do componente de ferro é reduzida durante a febre, a sua proliferação também é reduzida automaticamente.

Portanto, a febre não é doença, mas sim, uma resposta do corpo à doença. É um contra-ataque sobre os vírus e as bactérias.
Após o extermínio da infecção, o  hipotálamo traz a temperatura do corpo de volta ao nível normal.


Estudos: 
 Pesquisas mostram que deixar uma febre seguir seu curso, pode reduzir a duração e a severidade de doenças como gripes e resfriados.

Um estudo em adultos ("Os efeitos adversos da aspirina, paracetamol, ibuprofeno e em função imunológica, excreção viral e estado clínico em voluntários infectados pelo rinovírus.") descobriu que a aspirina e paracetamol suprimiram a produção de anticorpos do paciente e aumentou os sintomas do resfriado, com uma tendência para mais derramamento viral e sintomas prolongados.
REF: J Infect Dis 1990; 162: 1277-1282.

Também foi verificado que as taxas de mortalidade aumentam em pacientes que são menos capazes de produzir uma febre suficientemente elevada em resposta a infecções (American Journal of Medicine. 68 : 344-355, 1980).

Reduzir a febre com uso de aspirina, por exemplo, faz a doença durar mais tempo como Timothy John Doran de Hopkins University, Baltimore tem demonstrado no caso da varicela, publicado no Jornal de Pediatria 114: 1045-8 (1989).

Um estudo de 2004, publicado no Jornal de Alergia e Imunologia Clínica, descobriu que as crianças que tiveram febre durante o seu primeiro ano de vida, eram menos propensas a desenvolver alergias mais tarde na infância, do que crianças que não tinham febre.

Pesquisas tem demonstrado que muitas respostas imunes são reforçadas por um aumento na temperatura. Tratamentos antipiréticos para a febre, são geralmente desnecessários e possivelmente prejudiciais. Tem sido sugerido, que podem prolongar a doença e aumentar ou prolongar a libertação viral.


O que fazer em caso de febre ?

1. Ingerir bastante líquido. 
A febre aumenta a perda de líquidos e pode causar desidratação. Muitas vezes, as crianças com febre não sentem sede. Ofereça-lhe bastante água ou suco natural. Pequenos goles frequentes são muitas vezes melhor, especialmente se a criança sentir-se enjoada.

2. Tomar um banho morno ou colocar compressas frias em volta do pescoço e sobre a testa.


3. Evitar açúcar refinado. 
Tem sido documentado que o açúcar branco refinado pode suprimir o sistema imunológico.

Estudo publicado no American Journal of Clinical Nutrition em 1977 entitulado "Depressão de transformação dos linfócitos após a ingestão de glicose oral." ,  relata os efeitos adversos que o açúcar tem sobre o sistema imunológico.

No Estudo, foram analisadas as atividade de células brancas do sangue, antes e depois, em sujeitos que receberam várias doses de açúcar: 6, 12, 18 e 24 colheres de chá, respectivamente.

A cada dose mais elevada de açúcar, criou-se uma diminuição correspondente nas atividades das células brancas do sangue do sujeito. No grupo que consumiu maior quantidade de açúcar, os glóbulos brancos pararam de funcionar  uma hora depois da ingestão do açúcar.

A imunossupressão ocorreu durante até duas horas após ingestão, mas os efeitos adversos de qualquer atividade de células do sangue persistiu em alguns casos, por até cinco horas.

Portanto, não ofereça refrigerantes e doces às crianças com febre. Pois doses elevadas de açúcar pode enfraquecer o sistema imunológico, num momento em que ele precisa ser  mais forte.



Em alguns casos de febre, é bom procurar atendimento médico, tais como:

> Se for uma criança com menos de 8 semanas de idade;

> Se for uma criança que está passando por quimioterapia ou tiver um sistema imunológico comprometido

> Se não houver nenhum motivo para a febre da criança (sem tosse, corrimento nasal, alguma dor...) e a febre já durar por 2 a 3 dias

> Se a febre durar mais de 5 dias.

"O temor de que a febre possa subir descontroladamente e levar a convulsões febris, é frequentemente citado como justificativa para o uso de inibidores de febre (antipiréticos) e anti-inflamatórios.
O uso desta lógica pode ter tido origem no medo dos pais, ou simplesmente ter sido usado como alavanca de vendas de produtos farmacêuticos."

Fontes:

http://www.dailybulldog.com/db/health/its-getting-hot-in-here-the-benefits-of-fever/
http://www.flagstaffbusinessnews.com/understanding-the-benefits-of-fever/
http://www.medscape.com/viewarticle/410697_2
http://healingtouch.areavoices.com/2013/03/06/the-benefits-to-letting-a-fever-run-its-course/
http://www.nytimes.com/1982/12/28/science/fever-new-view-stresses-its-healing-benefits.html
http://www.parents.com/health/fever/fever-benefits/
http://www.naturalnews.com/043390_fever_health_benefits_immune_system.html




Ler mais

25/09/14

DICA DE ÓLEO DE COCO (COM DESCONTO) - REGIME CERTO


Oi galera!!!
Aqui vai mais uma dica saudável... 

Óleo de coco virgem 100% naturalda empresa "Regime Certo"

Estou usando, e adorando! 
Assista a resenha:




E o melhor:
A empresa está fornendo um desconto de quase 20% para as leitoras (es) do "Clube do cabelo e cia"
Legal, né?
(para obter o desconto, é só clicar no banner na lateral direita do blog)

Fica a dica!!!


Ler mais

23/09/14

MANTEIGA X MARGARINA: VOCÊ AINDA TEM DÚVIDAS?



Há muitas décadas viemos recebendo mensagens contraditórias, sobre Manteiga X  Margarina...

Parece que muitas pessoas ainda são vítimas das manobras de marketing, adotadas pelos fabricantes de margarina, dizendo que a margarina faz bem ao coração, e vai diminuir o seu colesterol.


A Margarina é um alimento altamente processado, ​​que foi inventado para substituir a manteiga. O principal ingrediente dela é o óleo vegetal, misturado com agentes emulsionantes, corantes (sim, corantes!! Pois a  margarina não é amarelinha... a cor original dela é cinza), e vários ingredientes artificiais.

Mas acontece que o óleo vegetal é líquido à temperatura ambiente... e para "remediar este problema", os óleos vegetais são sujeitos a um processo de hidrogenação.
Este processo consiste em expor os óleos à alta temperatura, à alta pressão, gás hidrogênio e um catalisador de metal.
Isto  prolonga o prazo de validade dos produtos nos supermercados, e torna mais difícil, tornarem-se líquidos à temperatura ambiente. A Hidrogenação faz as gorduras insaturadas parecer gorduras saturadas.

Gorduras hidrogenadas são também conhecidas como gorduras trans , que são altamente tóxicas e fortemente associadas com doença cardíaca.

Num estudo de 1997, foi examinado os efeitos da margarina na doença cardiovascular .

Entretanto, esteja ciente (e atenta) que os fabricantes podem rotular os seus produtos como " livre de gordura trans", desde que haja menos de 0,5 gramas de gordura trans por porção.

Logo, para certificar-se de que você está evitando gorduras trans, leia os rótulos. Se estiver escrito "hidrogenado" em qualquer lugar na lista de ingredientes, é melhor evitá-lo.

A Manteiga  foi "demonizada" pelos profissionais da mídia e nutrição, por conter grandes quantidades de gordura saturada e colesterol, mas  estudos já mostraram que na verdade, isso realmente não importa, apesar das décadas de propaganda anti-gorduras saturadas .

Um estudo de revisão publicado em 2010  para 21 estudos que incluíram um total de 347.747 participantes .
Eles não descobriram absolutamente nenhuma associação entre a gordura saturada e doença cardiovascular.

A menos que você tem uma condição como a hipercolesterolemia familiar , então não há razão para temer as gorduras saturadas ou colesterol dietético.


E o quê que a manteiga tem?

 > Há uma grande quantidade de vitaminas lipossolúveis na manteiga. Incluindo as vitaminas A, E e K2.
A vitamina K2  é bastante rara na dieta, e muitas pessoas não a conhecem.

A vitamina K2 pode ter efeitos poderosos sobre a saúde. Ele está intimamente envolvida no metabolismo de cálcio; e uma deficiência dessa vitamina tem sido associada a muitas doenças graves, incluindo doenças cardiovasculares, cancro e osteoporose 

Outro estudo revelou que o alto consumo de produtos com gorduras lácteas reduz o risco de doença cardíaca em 69%, provavelmente devido ao aumento da ingestão de vitamina K2

> A manteiga é rica em ácido linoléico conjugado.
Esse ácido graxo tem efeitos poderosos sobre o metabolismo e é vendido comercialmente como suplemento de perda de peso.
O ácido linoléico conjugado tem sido mostrado como tendo propriedades anti-cancro, bem como a redução percentual de gordura corporal em humanos.

> A manteiga é uma boa fonte de ácido graxo butirato com cerca de 3-4% de butirato. Na verdade, butyr -ato deriva seu nome  (butter > manteiga em inglès).

O ácido graxo de carbono 4 butirato é criado pelas bactérias no cólon, quando são expostos à fibra dietética. Esta pode ser a principal razão da fibra trazer benefícios de saúde para os seres humanos.

Nos seres humanos, o butirato é anti-inflamatório e tem efeitos protetores potentes sobre o sistema digestivo 


Pense...

Não só o gosto da manteiga é incomparavelmente melhor que o da margarina, mas a manteiga é um produto natural que  tem sido utilizada na dieta do ser humano durante séculos..
A manteiga é  produzida agitando-se a parte gordurosa do leite de vaca até que se transforme em manteiga.  E só isso!!

Então, por que trocá-la pela margarina, que além de ter um gosto desagradável (meio rançoso, né?) é uma mistura altamente sintética, misturada com aditivos de baixa qualidade, e refinada em escala industrial ?

Fica a dica!!!



Ler mais

16/09/14

RECEITA NATURAL PARA ELIMINAR PIOLHOS




     Não importa se  o cabelo está limpo, sujo, curto ou comprido ... os piolhos só querem um lar aconchegante e confortável, com fácil acesso à sangue, para eles serem felizes para sempre...rs

O piolho é um inseto sem asas, ecto-parasita (vive no exterior do corpo hospedeiro), que fica no couro cabeludo, se alimentando de sangue humano em todo o seu ciclo de vida.

Eles não infectam qualquer outro animal; portanto, animais de estimação não transmitem piolhos.

Também não se pega piolho em piscinas, como muitos pensam, pois piolhos não sabem nadar.

Eles também não pulam como as pulgas, e nem voam como os pernilongos; logo, eles só passam de uma cabeça para outra, se as cabeças tiverem contato entre elas.

Os piolhos são capazes de sobreviver por quase um dia inteiro, fora do corpo do hospedeiro, e esta  é outra maneira deles passarem de uma pessoa para outra (andando pelas roupas, lençois, toalhas, sofás, etc).

Quais são os sintomas de piolhos?
Os piolhos se multiplicam rapidamente, causando muita coceira e incômodo no couro cabeludo.
A coceira persistente na cabeça é o principal sintoma, e tende a ser focada em torno das áreas mais quentes da cabeça:  atrás das orelhas, parte de trás do pescoço e na coroa.
Um caso de piolhos pode ser confirmado quando se encontrar os ovos deles (lêndeas), grudados nos fios.

As lêndeas são ovos minúsculos, de cor branca,  e são firmemente ligadas aos fios. Já os piolhos ficam mais próximo ao couro cabeludo.

Shampoos pesticidas...
As pessoas costumam comprar shampoos específicos para se livrar dos piolhos, mas, infelizmente, esses produtos contêm pesticidas que são prejudiciais à nossa saúde.

Além de danificar os cabelos, esses pesticidas também entram na corrente sanguínea, como qualquer coisa que é aplicada à pele, sendo absorvida por ela; o couro cabeludo é altamente permeável, fazendo com que o uso desses shampoos para tratamento de piolhos, sejam ainda mais nocivos e arriscados para as crianças.

E fora esses shampoos, muita gente ainda usa NEOCID na cabeça das crianças!!!
Ninguém merece, né?

Então, que tal se livrar desses bichinhos chatos, de maneira mais natural, e sem química tóxica? 

Veja como...

Misture num frasco de vidro escuro:
> 200 ml de azeite de oliva (ou óleo de côco)
> 50 ml de óleo de neem (falei sobre esse óleo aqui)
> 50 gotas de óleo essencial de melaleuca (falei sobre esse óleo aqui)
> 30 gotas de óleo essencial de citronela (falei sobre esse óleo aqui)
> 20 gotas gotas de óleo essencial de cravo
> 20 gotas de óleo essencial de eucalipto

Com os cabelos limpos e secos, aplique essa mistura no couro cabeludo e nos fios, certificando-se de cobrir toda a cabeça, e as áreas atrás das orelhas e na nuca. Coloque uma touca de banho, e deixe por várias horas (se puder dormir assim, melhor).
Após esse tempo, coloque uma toalha sobre os ombros, e penteie o cabelo com pente fino, limpando o pente em uma bacia com água e  vinagre.
Este processo vai eliminar tanto os piolhos como as lêndeas .
Depois lave os cabelos com shampoo (pode colocar óleo de melaleuca no frasco do shampoo também).

O vinagre branco:
O vinagre não mata os piolhos adultos, mas é um dos melhores tratamentos para se livrar das lêndeas, que ficam aderidas  aos fios. Elas não saem facilmente, devido à um "forte adesivo" que as prende com segurança no fio de cabelo. O vinagre "dissolve" esse adesivo, de modo que elas vão sair quando passar o pente fino.

Misture 2 partes de vinagre para 1 parte de água, e mergulhe o cabelo nessa mistura. Enrole a cabeça numa toalha e deixe o vinagre no cabelo durante uns 30 minutos. Depois passe o pente fino para remover as lêndeas.

Você pode alternar estes procedimentos (óleos / vinagre) todos os dias, lembrando que o tratamento deve ser feito por no mínimo uma semana.

Fica a dica!!





Ler mais
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Entre para o nosso Clube!

TV Clube

Siga o Clube pelo Facebook!

Google+

Receba os posts por email

Pesquisar neste blog

Carregando...
Powered By Blogger · Designed By Seo Blogger Templates