DICAS PARA A PRÁTICA DE YOGA | Clube do cabelo e cia


Oi pessoal!

Hoje vamos falar sobre a prática de Yoga...

A aula de Yoga consiste no conjunto de três práticas:
Respiração (pranayamas), Posturas (ásanas) e Relaxamento (Yoganidra).

As práticas das posturas Yogues ou as “Ásanas”, tem como finalidade principal vencer a inquietude e a fragilidade da mente, e facilitar a concentração, criando condições de administrá-la.
Também proporcionam flexibilidade às articulações, e desenvolvem delicadamente os seus músculos, reposicionando a coluna vertebral dentro do seu eixo, e harmonizando o funcionamento de todos os seus órgãos.

Com a prática contínua dos ásanas, os músculos são tonificados e alongados, os órgãos internos massageados, e o sistema endócrino é regulado de maneira a secretar quantidades corretas de hormônio no organismo, repercutindo no bem-estar físico, mental e emocional.

As posturas são feitas e desfeitas muito lentamente e de uma maneira seqüencial específica. Dando ao praticante um equilíbrio que se estenderá inconscientemente para o seu cotidiano, diminuindo o estado de ansiedade e de stress, aumentando o poder de concentração, restabelecendo a tranqüilidade interior e expandindo os domínios da consciência.

De tudo, resulta numa sensação de bem estar e grande disposição. Com a prática dos pranayamas, (técnicas respiratórias) a capacidade respiratória é aumentada e se obtém melhor funcionamento do sistema cardiovascular e cerebral.

O Yoga trabalha respeitando os limites de cada um, e o principal objetivo é desenvolver a aceitação em relação ao próprio corpo. É a partir da aceitação, que poderemos crescer na prática e no auto conhecimento, expandindo assim os nossos limites.



Iniciando a prática:
Ao iniciarmos a prática de Yoga, nenhum de nós consegue fazer todos os exercícios. É comum, durante algum tempo (cada um tem o seu próprio tempo) ter alguma dificuldade, pois não estamos familiarizados com os movimentos. Se precisar, pare por um momento, e concentre-se apenas na sua respiração. Seja paciente. Não tenha medo das posturas, e não force seu corpo além de seu limite. Respeite seu ritmo e aproveite o trabalho físico e mental do Yoga. Não se preocupe se você tem flexibilidade ou não. Para começar a praticar Yoga, a única coisa que você precisa é de uma mente flexível.
Se ao praticarmos em uma sala de aula de yoga com mais pessoas e em algum momento ou em vários momentos ou o tempo todo, ficarmos considerando se alguém está nos vendo, ou ficarmos pensando “como eu faço bem esta postura” ou o “oposto” (com vergonha da postura que não sabemos fazer direito e preocupados se alguém está reparando nas nossas imperfeições), estas são somente as duas faces da mesma moeda chamada “vaidade”. Pois nossa mente está indo para fora!
 E se você não está voltado para dentro, não há foco na sua prática de yoga.
 O yoga leva pra dentro




Dicas para os iniciantes:


Preparando-se para a aula:
- Utilize roupas confortáveis que não limitem os movimentos, e não apertem;
- Evite se alimentar pelo menos 1 ½ hora a 2 horas antes da aula.


Praticando as posturas:
- Durante os exercícios, a respiração deve sempre ser executada pelas narinas, tanto na inspiração quanto na expiração (salvo algumas técnicas de pranayamas onde utiliza-ze a boca);

- A respiração deve ser executada de forma lenta, rítmica e controlada;

- Concentrar-se sempre na respiração durante a execução dos exercícios, conciliando-a com os movimentos (No início pode parecer difícil, mas com a prática se tornará natural);

- Procurar conscientizar-se da postura que está sendo executada, ficando atento à todas as partes do corpo que estão sendo solicitadas para a execução do movimento, bem como as partes que estão relaxadas (Consciência corporal);

- É comum alguma dor muscular durante os exercícios que requerem maior flexibilidde.

- Deve-se ter em mente que a postura deve ser executada de forma lenta e relaxada, buscando atingir o maior arco de amplitude de movimento possível;

- Para fazer com que os exercícios de flexibilidade sejam efetivos, é de suma importância manter o relaxamento geral do corpo, enquanto enfoca sua atenção na musculatura específica que está sendo trabalhada;

- Não prenda sua respiração durante o flexionamento, pois isto pode produzir tensão no corpo, comprometendo o estado de relaxamento obtido;

- Os exercícios devem sempre ser realizados de forma gradual, lenta, confortável e relaxada. Assim sendo, ações de insistência ou balanceamentos devem ser evitadas;

- A atenção concentrada no movimento que está sendo trabalhado, e a respiração compassada e ampla, melhoram efetivamente o grau de flexibilidade obtido, além de possibilitar a aquisição de uma consciência corporal mais concreta.
Quando você se volta sistematicamente para dentro através do yoga e meditação, os yogues afirmam que você descobrirá que não há dentro nem fora, e que a luz interior é maior , e  a essência desta luz ou deste estado, é puro êxtase. Vale a pena!
FAÇA YOGA PARA SER MELHOR PARA OS OUTROS, 
E NÃO MELHOR QUE OS OUTROS”
(Prof. Hermógenes)


Postar um comentário

  1. Erikinha, amor, acredita que ainda não voltei para a Yoga (pode me dar um puxão de orelha! rs).
    Suas matérias só me fazem ter mais vontade, mas começar as se mexer após um tempo de sedentarismo é tão difícil! rs
    Bom, ainda executo algumas séries em casa, a saudação ao sol e de lei, mas nada suprime uma boa aula!

    Matéria excelente como sempre ^.~
    Beijos Mil
    www.acordabonita.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi minha lindaa!!
      Aaaahhhh mas eu te puxar as orelhas "merrrrrrmo" deixa só eu te encontrar! hehehhehe
      Mas td bem vai... se vc ainda faz o suryanamaskar, eu dou um desconto... puxo uma orelha só! rsrsrrsrs
      bjão amore!!!

      Excluir
  2. "mente flexível" - ajuda em TUDO na vida...adorei a expressão!!! aliás vou adotá-la e conheço muita gente que precisa de maior flexibilidade cerebral, rs.

    sabe que fiz uma aula e é claro, algumas posições foram mais difíceis, mas fiquei impressionada de como tenho um bom alongamento, o professor até duvidou que era minha primeira vez, adorei!

    no momento estou in love com a musculação, mas pretendo aliar futuramente com o yoga, por incrível que pareça, mesmo sendo agitada como eu sou, percebo que é ótimo...deu um relaxamento e como cansa, hein? acordei no dia seguinte quebradona, descobri músculos que nem sabia que existiam! kkkk bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkkk descobriu músculos novos, Nilha? kkkkkkkkkkk amei isso!!!
      bjsssss

      Excluir

Obrigada pela visita! Volte sempre!

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Entre para o nosso Clube!

 
Clube do cabelo e cia © 2013. All Rights Reserved. Powered by Blogger
Top