LAVAR CABELOS COM SABÃO DE COCO, PODE? | Clube do cabelo e cia



Oi galera!

Quem já não ouviu falar, que o sabão de côco deixa os cabelos bonitos e brilhantes?
Mas será que o seu uso frequente nos cabelos(e na pele), faz bem?

É claro que isso vai depender de como o sabão é feito... mas vamos falar primeiro, dos sabões de côco industriais, que encontramos no mercado...

Este sabão NÃO é adequado para o uso nos cabelos e na pele, pois ele é produzido exclusivamente para limpeza (não é a toa, que nos mercados eles ficam nas prateleiras da sessão de limpeza, e não na sessão de higiene pessoal)

Para vocês compreenderem melhor, precisamos falar um pouco sobre o óleo de côco, que é o ingrediente principal deste sabão:
Como vocês podem ver na tabela abaixo, este óleo é composto em sua maior parte, pelos ácidos láurico e mirístico, que são ácidos graxos responsáveis por conferir limpeza e dureza ao sabão, bem como abundância de espuma (já repararam como o sabão de côco é bem duro?).

Composição em ácidos graxos (% 100g) do óleo de coco: 
Composição Percentagem (%)
Ácido capróico 0,38
Ácido caprílico 5,56
Ácido cáprico 4,99
Ácido laúrico 45,78 
Ácido mirístico 18,56 
Ácido palmítico 8,85
Ácido esteárico 3,39
Ácido oléico 5,65
Ácido linoléico 0,94

Portanto, devido obter grande quantidade desses ácidos graxos, o sabão de côco é muito eficiente para "retirar gorduras".

Levando em conta que a nossa pele e nossos cabelos, precisam de uma quantidade equilibrada de gordura (sebo natural) para estarem saudáveis, a retirada total dessa gordura não será benéfica, concorda?
Isto explica porque este tipo de sabão não é adequado para uso em cabelos e corpo.

sabão de côco artesanal natural
feito para limpeza geral - SEMENTES DE GAIA

Se você usar sabão de côco constantemente durante um ou alguns dias, ou até algumas semanas, "pode ser" que não note diferença... mas com certeza, em alguns meses de uso frequente, você notará sua pele e seus cabelos mais ressecados, e possivelmente danificados.





Fazendo uma "analogia", eu diria que o uso do sabão de côco (industrial) nos cabelos e no corpo, poderia ser comparado ao uso de produtos com sulfatos , ou até mesmo, ao shampoo anti-resíduos.

Logo, se você quer fazer uma limpeza capilar mais profunda, o sabão de côco seria mais indicado, e seria até melhor, e menos agressivo que os surfactantes, já que seus componentes são de origem natural; porém não seria  ideal para o uso diário ou constante.
Como eu disse antes, isto vale para os sabões industriais.

Já no caso dos sabões que são feitos artesanalmente, o nível de limpeza do sabão de côco pode variar, dependendo de cada receita. Pode-se perfeitamente fazer um sabão de côco que seja adequado ao uso capilar e corporal, bastando para isso, equilibrar a receita com outros ácidos graxos mais hidratantes, como os ácidos oleico, linoleico e linolênico, que conferem condicionamento ao sabão.

E para todos que me perguntam: Como um shampoo em barra natural, feito exclusivamente com óleos vegetais e sem sulfatos, pode limpar os cabelos?
Eis aí a resposta:
Ele contém uma quantidade equilibrada de óleo de côco!


Fica a dica!
bjoooo

Postar um comentário

  1. Curti bastante o post, sempre tenho essas dúvidas pois apesar de ter vontade de começar a usar produtos naturais ainda não fiz essa troca! E tinha ouvido falar sobre sabão de coco. =)
    Erika, uma dúvida, eu quero saber se os sabonetes da Semente de Gaia são hipoalergênicos, ou a base de glicerina, pois estava dando uma olhada e eu sou alérgica, só posso usar esse de glicerina.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lulu!
      A glicerina é formada durante o processo de saponificação, portanto todo sabão artesanal natural origina a glicerina natural vegetal. Muito melhor que as bases glicerinadas, que são feitas de glicerina originada de sebo animal. POrtanto, os produtos da SEmentes de Gaia contém glicerina vegetal, resultadas do próprio processo.
      bjss

      Excluir
  2. Tu é fera ,Erika!!!!Amo tuas postagens....Sempre compartilho lá na minha pagina.....1001 receitas caseiras para cabelo crespo e cacheado.Beijos

    ResponderExcluir
  3. Erkinha ia morrer sem saber! rs... Minha mãe e minha eterna avó sempre indicavam o sabão de côco. Mas com certeza, quanto mais natural for, melhor é! Imagino o espetáculo que não deve ser esse da Sementes de Gaia! Arrasou como sempre! \o/
    Beijão!

    www.cuidadosevaidades.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, tbm cresci ouvindo que sabão de coco era bom.... e realmente é, mas não pra usar sempre!
      ... mas fiz um sabão de coco pra usar nos cabelos e no corpo...em dezembro vai estar pronto! ;)
      bjsss

      Excluir
  4. Olá Erika!
    Primeiramente, parabéns pelo belíssimo trabalho, pesquiso bastante o assunto e nunca encontrei um blog nacional que a abordasse tão bem e de forma tão clara a cosmética natural quanto o seu! Obrigada pelo conteúdo!

    Gostaria também que me tirasse algumas dúvidas! Vi em um comentário no youtube você respondendo que o shampoo poderia ser feito com água normal fervida... nesse caso, existe alguma diferença no resultado final? Usando uma menor quantidade de líquidos é possível conseguir uma consistência maior no shampoo?

    E, se não for pedir muito, a fórmula desse sabonete 100% vegetal está ok para o uso no shampoo?
    "Alcohol, Aqua, Obirgnya Oleifera Oil, Elaeis Guineesis Oil, Saccharum Officinarum Extract, Glycerin, Ricinus Communis Oil,Stearic Acid, Sodium Hidroxide, Parfum, Rosa Centifolia Water"

    Em breve experimentarei os da Semente de Gaia!

    Abraços!


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi amore,
      Para as 2 primeiras perguntas, a resposta é "não".
      Esse sabonete aí da formula é glicerinado? Não sei te dizer... só testando...
      bjssss

      Excluir

Obrigada pela visita! Volte sempre!

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Entre para o nosso Clube!

 
Clube do cabelo e cia © 2013. All Rights Reserved. Powered by Blogger
Top