ANOREXIA E BULIMIA: SÍNDROMES DA ACEITAÇÃO | Clube do cabelo e cia




Oi galera!

O tema deste post foi sugerido pela querida leitora Margarida. E realmente é um tema muito relevante, uma vez que cresce cada vez mais o número de jovens com este problema.

Dizem que a causa exata da anorexia nervosa é desconhecida, e que provavelmente seria  uma combinação de fatores biológicos, psicológicos e ambientais.

Eu acrescentaria à esta lista, o fator social.
Na minha opinião, um dos fatores que causam essa doença, principalmente na adolescência (que é a grande maioria atingida), é a imposição social de um padrão de beleza comum: A "magreza excessiva", que é divulgada pela mídia, como sendo a beleza ideal.

E é muito fácil as jovens adolescentes que ainda não tem uma opinião formada, e que sofrem de baixa estima causada pelas mudanças da fase hormonal próprias da idade, aceitarem esta ideia como sendo correta, pois elas podem enfrentar a pressão e crítica de parentes e amigos, ou mesmo comentários sobre seu peso ou a forma do seu corpo.
Inconscientemente, elas absorvem esse padrão de beleza, e acreditam que se não seguirem este padrão, não serão felizes, não conseguirão um namorado, etc. 


Eu diria que isto é uma 

"Síndrome da aceitação"
Assista... e reflita!



Anorexia e bulimia são transtornos alimentares. Geralmente, o transtorno alimentar é uma das maneiras que algumas pessoas tentam lidar com seus problemas emocionais, principalmente com a auto-estima.

A anorexia nervosa é um transtorno alimentar que leva as pessoas a ficarem obcecadas com o seu peso e os alimentos que consomem.
 Elas tem uma obsessão "irracional" com sua imagem corporal, e desenvolvem uma visão distorcida do seu corpo, enxergando-se sempre gordas, e não conseguindo notar o quanto estão abaixo do peso.


Já  a Bulimia nervosa, é um transtorno alimentar que leva à uma grande compulsão alimentar seguida por métodos compensatórios, como indução de vômitos, uso de laxantes, abuso de cafeína, excesso de dietas inadequadas e uso de drogas. Neste caso, a pessoa não deixa de comer, pelo contrário, ela pode até comer muito, mas depois quer se livrar de tudo que comeu,  através de indução de vômitos ou ingerindo laxantes.



Ou seja, a Bulimia envolve grande variação de peso, descontrole alimentar frequente e está mais associada à depressão, enquanto a anorexia envolve o desejo pela magreza excessiva,e  longos períodos sem se alimentar, além de transtornos de ansiedade.

Os sintomas de anorexia e bulimia são muito parecidos e interligados; as pessoas podem passar de bulimia à anorexia, ou podem começar com sintomas de anorexia, e mais tarde desenvolver os sintomas da bulimia.

A anorexia é mais comum em mulheres, principalmente entre as adolescentes. Ainda assim, homens e pessoas de qualquer idade podem desenvolver este transtorno alimentar, sendo mais raro em pessoas com mais de 40 anos.


Características emocionais e comportamentais associadas à anorexia incluem:
> Recusa a comer
> Negação de fome
> Com medo de ganhar peso
> Mentir sobre a quantidade de alimento foi comido
> Excesso de exercício físico para perder as calorias do que comeu
> Retraimento social
> Irritabilidade
> A preocupação excessiva com os alimentos
> Reduzido interesse em sexo
> Humor deprimido
> Possível uso de laxantes, ou auxiliares de dieta
> Saltar refeições
> Inventar desculpas para não comer
> Comer apenas alimentos pobres em gordura e calorias
> Cortar os alimentos em pedaços pequenos ou cuspir comida depois de mastigar
> Controles frequentes na frente do espelho
> Queixar-se repetidamente sobre ser gorda
> Não querer comer em público
> Fumar mais ou mascar chiclete para manter seu peso baixo
> Verificar seu peso constantemente
> Retirar-se de situações sociais que podem envolver comida. (festas, jantares, etc)
> Dificuldade para se concentrar ou pensar claramente sobre qualquer coisa que não seja comida ou calorias.



Os sinais físicos de anorexia incluem:
> Extrema perda de peso
> Contagem de células sanguíneas anormais
> Fadiga
> Insônia
> Tonturas ou desmaios
> Uma coloração azulada dos dedos
> O cabelo que quebra ou cai
> Ausência de menstruação
> Prisão de ventre
> Pele seca
> Intolerância de frio
> Ritmos cardíacos irregulares
> Pressão arterial baixa
> Desidratação
> Osteoporose
> Inchaço dos braços ou pernas


Consequências:
A anorexia pode ter inúmeras complicações. Na sua forma mais grave, pode ser fatal. A morte pode ocorrer subitamente, mesmo quando não se estiver severamente abaixo do peso. Isto pode resultar de perturbações do ritmo cardíaco (arritmias) ou um desequilíbrio de eletrólitos - minerais como sódio, potássio e cálcio que mantêm o equilíbrio dos fluidos corporais.

Se uma pessoa com anorexia ficar gravemente desnutrida, todos os órgãos do corpo podem ser danificados, incluindo o cérebro, coração e rins. Este dano pode não ser totalmente reversível, mesmo se a anorexia estiver sob controle.


As complicações físicas da anorexia incluem:
> Morte
> Anemia
> Problemas cardíacos, tais como prolapso da válvula mitral, arritmias cardíacas e insuficiência cardíaca
> Perda de massa óssea, aumentando o risco de fraturas mais tarde na vida
> Problemas gastrointestinais, como constipação, distensão abdominal ou náuseas
> Distúrbios eletrolíticos, como a baixa de potássio no sangue, sódio e cloreto
> Função do sistema imunológico reduzido / comprometida
> Perda ou perturbação da menstruação nas meninas e mulheres
> Aumento do risco de infertilidade em homens e mulheres
> Insuficiência renal


Complicações mentais:
> Depressão
> Os transtornos de ansiedade
> Os transtornos de personalidade
> Transtorno obsessivo-compulsivo
> O abuso de drogas

Prevenção
Alguns tratamentos alternativos podem ajudar a reduzir a ansiedade. Esses tratamentos podem ajudar as pessoas com distúrbios alimentares, aumentando a sensação de bem-estar e promovendo o relaxamento.
Os tratamentos alternativos que têm sido mostrados para reduzir a ansiedade incluem:
- Acupuntura
- Massagem
- Ioga
- Meditação

A recuperação da Anorexia Nervosa é possível?

Sim. É possível recuperar-se de anorexia nervosa. Tratamentos para adolescentes estão produzindo resultados eficientes. Se você estiver convivendo com esta doença durante anos, o caminho para a recuperação pode ser mais demorado, porém a recuperação é uma meta alcançável. Procure ajuda de um profissional com conhecimento especializado em transtornos alimentares.

Ter consciência sobre Anorexia e Bulimia, seus sinais e sintomas, pode fazer uma enorme diferença para a duração e gravidade da doença. Buscar ajuda ao primeiro sinal de alerta, é muito mais eficaz do que esperar até que a doença esteja em pleno andamento. 
Se você ou alguém que você conhece está apresentando alguns ou uma combinação destes sinais, é fundamental que busque ajuda e apoio o mais rápido possível.




Postar um comentário

  1. Erika, esse é um tema que deve ser debatido sempre, até porque as pessoas acometidas desses transtornos alimentares são aclamadas pela sociedade em geral. Você abre uma revista e vê a foto de uma modelo esquálida de olhos fundos, desesperada de fome e vítima de grandes privações, e o que vem escrito na legenda da foto: Fulana e seu corpo perfeito!
    Daí a jovenzinha lê isso, se olha no espelho e pensa: se aquilo é o perfeito, isto aqui está bem longe da perfeição! E por aí vai. Somos ensinadas diariamente a seguir um padrão que não existe, e que muitas vezes pode ser fatal. bjks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, Sah!
      Esse é um dos resultados da manipulação da mídia... muito cruel!
      bjssss

      Excluir
  2. Erika, agradeço de coração por feito post que pedi, tenho certeza que se pudermos mudar ou transformar a cabecinha de tantas meninas que vão atrás de moda, sabemos que não é moda e a cada vez mais a idade cai, hoje sabemos que tem meninas começando a se ver gorda aos 11 anos, então acho que quando podemos contribuir para a saúde dessas meninas eu particularmente me sinto feliz e feliz também com sua gentileza, nem precisava citar meu nome, acho que este é um pensamento comum, minha admiração por ti já era boa agora ficou muito grande, Deus te abençoe,bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Margarida!
      Não tem o que agradecer! Esse tema é mesmo muito importante, e eu que te agradeço pela sugestão, porque tenho certeza que esse post poderá ajudar muita gente! E é esse o meu foco aqui: informar e ajudar no que for possível!!
      Bjs no coração!

      Excluir
  3. Boa matéria...eu ja tive anorexia,cheguei a pesar 45 kilos e tive perda da menstruação por alguns meses,na época começei a comer mt pouco pra nao engordar,passei por sintomas de mt ansiedade....todos diziam que eu estava magra mais nao enxergava isso....a sorte que abri meus olhos a tempo reconheci que estava doente e me tratei e hoje em dia estou bem e nao tive nenhuma recaída ,qd olho minhas fotos daquela época é q vejo qt eu estava magra..da até nervoso...hj em dia peso 58 kilos.(tenho 1,70 aprox. de altura)...ainda sou magra,mais me alimento mt bem,caminho mt e me exercito bastante que adoro...e se engordar um pouco nao ligo mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ju!!
      Nossa, que bom que vc se recuperou!!
      Obrigada por dar seu depoimento aqui. Poderá ajudar muita gente!
      Bjãozão

      Excluir
  4. É um tema difícil de se falar, mas teu post ficou muito bom. Como pessoa com experiência na área, me canso de ler posts de pessoas leigas que acham que isso é futilidade, quando o caminho não é bem esse.

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marcy!
      Que bom que gostou!
      Tbm acho que o caminho não é por aí...
      bjkssss

      Excluir
  5. Respostas
    1. Opsss... acho que vc errou de post Nilza! rs

      Excluir

Obrigada pela visita! Volte sempre!

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Entre para o nosso Clube!

 
Clube do cabelo e cia © 2013. All Rights Reserved. Powered by Blogger
Top