DEUS ME LIVRE DE SER NORMAL | Clube do cabelo e cia



Oi pessoal!

Domingo é dia de "Reflexão" no Clube! 
E hoje eu trouxe uma mensagem do prof. Hermógenes, a quem eu muito admiro.

Àqueles que não conhecem o mestre Hermógenes, aqui vai uma pequena biografia:

Nascido em 9 de março de 1921, em Natal, Rio Grande do Norte, José Hermógenes de Andrade Filho é considerado o pioneiro em medicina holística no Brasil, com mais de 50 anos de prática e ensino de yoga. Pai de 2 filhas, 6 netos e 4 bisnetos. Filósofo, poeta, escritor e terapeuta, o professor Hermógenes costuma dizer que se sente mais jovem hoje, aos 92 anos, do que se sentia aos 35. Doutor em yogaterapia, título concedido pelo World Development Parliament, da Índia, é o criador do treinamento anti-stress, e autor de vários livros.

Numa de suas entrevistas, o Prof. Hermógenes disse que o ser humano está sofrendo de "normose", a doença de ser normal...

Ele disse:

Todo mundo quer se encaixar em um padrão. Só que o padrão propagado não é exatamente fácil de se alcançar. Porque o sujeito “normal” é magro, alegre, belo, sociável e bem-sucedido; bebe socialmente, está de bem com a vida, não pode parecer de forma alguma que está passando por algum problema.


Quem não se “normaliza”, quem não se encaixa nesses padrões, acaba adoecendo. 

A angústia de não ser o que os outros esperam de nós gera bulimias, depressões, síndromes do pânico e outras manifestações de não enquadramento. A pergunta a ser feita é: quem espera o quê de nós? Quem são esses ditadores de comportamento a quem estamos outorgando tanto poder sobre nossas vidas? Eles não existem.
Nenhum João, Zé ou Ana bate à porta exigindo que você seja assim ou assado. Quem nos exige é uma coletividade abstrata que ganha “presença” através de modelos de comportamento amplamente divulgados. Só que não existe lei que exige que você do mesmo jeito que todos, seja lá quem for todos. Melhor se preocupar em ser você mesmo.



A normose não é brincadeira. Ela estimula a inveja, a auto-depreciação e a ânsia de querer o que não se precisa. Você precisa de quantos pares de sapato? Comparecer em quantas festas por mês? Pesar quantos quilos até o verão chegar? Freqüentar terapeuta para bater papo? Não é necessário fazer curso de nada para aprender a se desapegar de exigências fictícias. Um pouco de auto-estima basta.

Pense nas pessoas que você mais admira: não são as que seguem todas as regras "bovinamente", e sim, aquelas que desenvolveram personalidade própria e arcaram com os riscos de viver uma vida ao seu modo. Criaram o seu “normal” e jogaram fora a fórmula, não patentearam, não passaram adiante. O normal de cada um tem que ser original. Não adianta tomar para si as ilusões e desejos dos outros. É fraude. E uma vida fraudulenta faz sofrer demais.

Os que lutam para remover obstáculos mentais e emocionais e a viver de forma mais íntegra, simples e sincera são cativantes. São os verdadeiros normais, porque não conseguem colocar máscaras ou simular situações. Se parecem sofrer, é porque estão sofrendo. E se estão sorrindo, é porque a alma lhes é iluminada.

Logo, eis o alerta: 
a normose está doutrinando erradamente muitos homens e mulheres que poderiam, se quisessem, ser bem mais autênticos e felizes.

Deus me livre de ser normalizado!
Deus me livre de ser normatizado!
Deus me livre de ser uma média na estatística!


Prof.Hermógenes.



E pra fechar, eu deixo aqui um vídeo muito legal sobre NORMOSE!
Eu não quero ser NORMAL... e você?





Postar um comentário

  1. Olá Erika. Essa reflexão de hoje me fez lembrar uma música do saudoso Raul Seixas "Maluco Beleza". Todo mundo se esforça para ser normal, enquanto ele quer aprender a ser louco!! Será essa a causa de querer ser normal, de fazer parte de um padrão o motivo de tanta depressão nas pessoas??
    Bjs e ótimo domingo e que Mestre Morya cubra vc e sua família de Luz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marcinha!
      É mesmo, essa música do Raul Seixas tem td a ver ! rsrs
      Aham..Eu vejo isso como um dos motivos sim! Triste, né? :(
      Um domingo iluminado pra vc e sua família tbm!
      bjãooo

      Excluir
  2. Vdd xará enqto procuramos agradar os outros esquecemos de nós mesmas e não vamos agradar a ninguem pq é dificil de lidar com o ser humano
    é o que quero daqui pra frente: ser autêntica e feliz !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso ae xará... como vc mesma gosta de dizer: Desce, e arraza!!! \0/
      bjooo

      Excluir
  3. Bem, não dá pra falar de normalidade comigo né Nilha? kkkkkkk nem sei o que é isso!!!!!

    Acho que tudo é uma questão de ponto de vista, por isso é tão dificil e chato seguir padrões, normal pra mim, é ser inconstante, mudar, aprender, não seguir padrões, maaaas isso não me parece o normal de tanta gente, viu??

    Uma delicia de post, foto linda com a filha e excelente clima!


    E como já foi citado Raulzito, ídolo, gênio e filósofo, vou citar outra frase de uma outra pessoa louca, inteligente, ídola, que admiro muito:

    "Dizem que sou louco por pensar assim
    Se eu sou muito louco por eu ser feliz
    Mas louco é quem me diz
    E não é feliz, não é feliz

    Se eles são bonitos, sou Alain Delon
    Se eles são famosos, sou Napoleão

    Mas louco é quem me diz
    E não é feliz, não é feliz
    Eu juro que é melhor
    Não ser o normal"

    Balada do Louco - letra dos Mutantes, mas que ficou consagrada e eternizada na voz da MARAVILHOSA Rita Lee!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É Nilha, como sempre conversamos...somos de outro mundo mesmo! rs
      Menina, agora vc me fez viajar com a Rita Lee... adorooo!!
      bjão

      Excluir
  4. eu conheço um Filósofo, seu nome é Luiz Felipe Pondé (pode e deve) procurar no google, ele não é tão idoso como o Prof.Hermógenes mas também é sábio, ele diz "o mundo hoje é muito chato, temos que ser sempre politicamente corretos, não beber, não fumar, estar sempre na última moda senão você corre o risco de ser indesejada, ter o mesmo carro, enfim ser um soldado alienado", eu como sempre fiz da minha vida o que diz a música acima Balada do Louco digo que para mim normal é ser como sou, os outros que se danem (lógico que não prejudico ninguém), até porque se eu eu prejudicar esse alguém deixou, pois ninguém é tão criança para se deixar enganar, se deixa é porque gosta, então vai ter que me aturar,bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal Margarida!! Vou procurar sim...adoro conhecer pessoas sábias, pq aprendo muito com elas!
      bjão

      Excluir
  5. Um Excelente livro que fala sobre isso é o "Ditadura da Beleza e Revolução das Mulheres". Muito bom! É do autor Augusto Cury. Eu li e me ajudou demais mesmo..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Aninha!
      Obrigada!Adoro sugestões de bons livros ;)
      bjsss

      Excluir

Obrigada pela visita! Volte sempre!

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Entre para o nosso Clube!

 
Clube do cabelo e cia © 2013. All Rights Reserved. Powered by Blogger
Top