ÓLEOS ESSENCIAIS: O QUE SÃO, E COMO UTILIZÁ-LOS? | Clube do cabelo e cia

 PATCHOULI

Oi galera!

Muitas pessoas confundem os óleos essenciais com os óleos vegetais, então resolvi fazer um post específico sobre eles...

Em interpretações de manuscritos chineses e de hieróglifos egípcios, foram demonstrados que os óleos essenciais são a mais antiga forma de medicina e cosméticos, sendo utilizados ​​há milhares de anos pelos alquimistas e sacerdotes para a cura dos doentes. No Egito, eram também utilizados para a conservação das múmias (usavam o óleo de cedro).
E pasmem...durante a sua história, o óleo essencial já foi considerado mais valioso do que o ouro!

O que são os óleos essenciais (OEs)?

LAVANDA
Os óleos essenciais se originam de estruturas secretoras minúsculas, encontradas em várias partes das plantas, como folhas (eucalipto), bagas (zimbro), gramíneas (palmarosa), flores (lavanda), pétalas (rosa), raízes (angelica), cascas de frutas (laranja), resinas (benjoim), ou madeira (cedro).

Na planta, essas secreções funcionam como um mecanismo de defesa química, e também desempenha um papel no processo de sua regeneração, da mesma forma que o sangue faz dentro do corpo humano, ou seja,  ele traz a ESSÊNCIA da planta...

Embora sejam chamados de óleos, os OEs não são oleosos. Eles são altamente concentrados, e são lipossolúveis (diluem-se em gorduras), exigindo assim muitas vezes,  um óleo "carreador" para ser misturado com ele, para fins de diluição.

A química de um óleo essencial é extremamente complexa. Um óleo essencial típico poderá conter mais de 100 compostos químicos diferentes, cada um dos quais apresentando uma propriedade terapêutica específica, e é por este motivo que muitos óleos essenciais podem ser utilizados para uma vasta gama de condições.
Essa mistura complexa de substâncias químicas naturais é o que faz com que os óleos essenciais ajam como eficazes agentes de cura.

Por exemplo, o óleo de eucalipto é refrescante e revigorante, alivia dores musculares e outras dores, além de ser um agente anti-séptico muito poderoso. Isto significa que na aromaterapia há várias maneiras de usar óleos essenciais para promover a saúde física, emocional, e o bem-estar.
Praticamente todos os óleos essenciais possuem propriedades antissépticas, mas muitos também têm propriedades antifúngicas, antivirais e antibacterianas.



Como são extraídos os óleos essenciais?
A maioria dos óleos essenciais são obtidos por destilação a vapor, embora possam ser utilizados outros métodos. As sementes são prensadas ​​a frio por meios mecânicos. O óleo extraído de flores delicadas é obtido através de um método mais sofisticado que produz o que é conhecido como um absoluto - não um óleo essencial. Este processo especial é utilizado porque delicadas flores não podem suportar as elevadas temperaturas necessárias para extrair óleos essenciais por destilação a vapor.

Depois da extração, o óleo essencial resultante é um líquido altamente concentrado que contém o aroma e propriedades terapêuticas da fonte a partir da qual veio. Nada deve ser adicionados ou removido do óleo, se for para ser utilizado na aromaterapia, que utiliza os óleos para fins terapêuticos.

Para alcançar o máximo de benefícios terapêuticos, os óleos essenciais devem ser exatamente como eles vieram, 100% puro e natural.

Hoje, aproximadamente 300 tipos de OEs são destilados com vários milhares de componentes químicos e moléculas aromáticas identificadas e registradas. A qualidade, quantidade e tipo dos compostos irá variar em função de fatores de clima,  temperatura, e destilação.

98% de OEs produzidos hoje, são utilizados na indústria de perfumes e de cosméticos. Apenas cerca de 2% são produzidos para aplicações terapêuticas e medicinais.





Por que os OEs funcionam?
Os OE tem uma estrutura química semelhante à encontrada nas células e tecidos humanos. Isto faz com que os óleos essenciais sejam compatíveis com a proteína humana, o que lhes permite ser facilmente identificado e aceito pelo organismo.
Devido ao tamanho extremamente pequeno de sua molécula, torna-se fácil para entrar nas células, penetrar nos tecidos, e viajar por todo o corpo em questão de minutos.

Benefícios dos óleos essenciais
Além dos benefícios físicos e emocionais quando utilizados na aromaterapia, os OEs também possuem aplicações medicinais excepcionais.
Muitos óleos essenciais são antissépticos e estão entre os mais potentes protetores da natureza  contra as bactérias e outros organismos infecciosos.
Os óleos essenciais possuem uma ampla gama de propriedades curativas, podendo ser utilizados de forma eficaz para manter a saúde, estimulando a regeneração celular, aliviando dores, equilibrando as disfunções emocionais, e combatendo bactérias, fungos e outras formas de infecções. Além de proporcionar alívio do estresse,  aumento de energia e aumento da concentração mental.

Os óleos essenciais têm uma lista quase interminável de usos terapêuticos, e a ciência continua a descobrir mais sobre eles a cada ano.



Formas de utilização dos OEs:
O fato dos óleos essenciais estarem em concentrações muito elevadas, exige cuidados e conhecimento.
Existem inúmeras formas de aplicação nas quais os óleos essenciais podem ser utilizados,e a forma mais adequada será sempre circunstancial, quer dizer, em cada situação pode-se identificar qual a melhor aplicação a ser feita para aquele cliente específico considerando-se suas características e suas necessidades.

> Massagem aromática
A massagem aromática combina as vantagens da massagem terapêutica com a eficiência do uso dos óleos essenciais. Faz-se uso de massagens com óleos essenciais quando se pretende redução do estresse, relaxamento muscular, estímulo à circulação, tratamentos depurativos, analgesia local, etc.

A massagem terapêutica com óleos essenciais (sempre diluídos em óleo carreador - 30 a 40 gotas de OE para 60ml de óleo vegetal) estimula a circulação sangüínea, e assim incrementa o suprimento de oxigênio e nutrientes às células; estimula intensamente o sistema linfático; e ativa a seção límbica do cérebro (o centro emocional). Além disso, é uma efetiva forma de reduzir o estresse e as tensões. Como diz Shirley Price: “Onde o estresse e a depressão são a maior causa dos desequilíbrios da saúde, uma completa massagem aromática é o melhor tratamento terapêutico complementar disponível”.


> Difusão
A difusão consiste em volatilizar o óleo essencial no ambiente onde o indivíduo está repousando, como um excelente complemento ao tratamento fitoterápico.
Às vezes a difusão é fundamental pelas respostas rápidas e pelo relaxamento adequado que propicia.

Existem vários modelos de difusores. De maneira geral, seu princípio de funcionamento consiste em, através de uma fonte de calor - que pode ser elétrica ou mesmo a chama de uma vela - elevar a temperatura do óleo essencial para que este se volatilize, espalhando-se pelo ambiente. (pinga-se umas 5 a 7 gotas de OE na água)





> Nebulização
Diferentemente da difusão, a nebulização espalha o óleo essencial no ar do ambiente, sem volatilizá-lo pelo calor.
A nebulização é feita através de um aparelho conhecido como nebulizador, que consiste basicamente m um recipiente que contem o óleo essencial diluído em água à temperatura ambiente, e uma bombinha que pulveriza micro-gotículas no ar. Tem as mesmas aplicações da difusão.


> Inalação direta
A inalação consiste na absorção direta do óleo essencial volatilizado. É indicada, principalmente, para os casos de afecções das vias respiratórias e da pele, e para uma rápida alteração do estado emocional.

Pode ser conduzida através do uso do banho de vapor facial ou através da inalação a seco.
O banho de vapor facial consiste em colocar água quente em uma tigela e nela acrescentar algumas gotas do óleo essencial indicado. Em seguida, cobre-se a cabeça, envolvendo a tigela, formando uma câmara de vapor em volta do rosto.
Esse vapor aromático deve ser inalado por cerca de 10 a 20 minutos (6 a 8 gotas de OE por litro d'água)
A inalação por banho de vapor facial deve ser evitada por pessoas que apresentem facilidade de rompimento de vasos capilares.
A inalação a seco consiste em colocar na palma das mãos algumas gotas do óleo essencial dissolvido em água e esfregá-las para aquecê-las. O calor gerado nas mãos atritadas volatiliza o óleo. Imediatamente as mãos devem ser colocadas em concha sobre o nariz para inalação do ar aromatizado.
A inalação a seco é especialmente indicada para se obter uma rápida alteração do estado emocional.



> Banho aromático
Consistem no banho de imersão em banheira com água em torno de 30ºC, na qual se acrescentam algumas gotas (3 a 5 gotas) de óleo essencial, agitando-se para que se misture bem a toda a água.
No banho aromático com óleo essencial não devem ser acrescentados sais e óleos de banho comuns; usam-se apenas as gotas dos óleos essenciais.
Portas e janelas devem estar fechadas. Ao entrar na banheira deve-se relaxar e mentalizar a ação da água lavando física, mental e emocionalmente.
O tempo de permanência em um banho aromático deve ser de até 10 minutos, após o que deve-se secar bem todo o corpo e agasalhar-se.
Banhos aromáticos são excelentes para provocar relaxamento e para o tratamento de diversas dores musculares, reumáticas, afecções das vias respiratórias e alterações de ordem emocional.
Recomendação: 6 a 8 gotas, menos com óleos irritantes como limão, hortelã-pimenta, tomilho.



> Pedilúvio aromático
O Pedilúvio ou "escalda-pés" é o banho de imersão dos pés em recipiente com água quente e óleos essenciais (10 gotas de OE para 5 litros de água), e deve ter um nível de água até a porção mais inferior da panturrilha (“batata-da-perna”).

O pedilúvio aquece todo o corpo e prepara o cliente para um maior aproveitamento do tratamento, na maior parte dos casos.
O aquecimento dos pés permite que os vasos sangüíneos desta região e das pernas se dilatem, recebendo mais sangue e assim reduzindo, conseqüentemente, a congestão em outras partes do corpo.

Pedilúvios são especialmente recomendáveis nos casos de insônia, congestão, doresde- cabeça, menorréia, gripes e resfriados, entre outros.

Principalmente pelo seu efeito relaxante, o pedilúvio aromático é também um excelente coadjuvante os tratamentos fitoterápicos, possibilitando maior aproveitamento por parte do organismo, ao criar condições receptivas adequadas ao tratamento previsto.

> Compressa aromática
As compressas aromáticas são especialmente indicadas para uma determinada região específica do corpo, e podem ser feitas frias ou quentes, em função do tratamento (2 gotas de OE para meio litro de água)
As compressas frias são indicadas para os casos de contusões, inchaços, dores-de cabeça e febres, entre outros.
As compressas quentes são recomendadas para a maturação de abscessos, cólicas, dores de ouvido, dores reumáticas e musculares, entre outros.

Consegue-se, desse modo, acelerar o processo pelo estímulo à ação sistêmica (de penetração nos tecidos) propiciada pelo óleo essencial.
Assim como na utilização do pedilúvio, o uso de compressas aromáticas deve ser feito em ambiente adequado e seguido de repouso.



> Ingestão oral
 A prática de ingestão oral de óleos essenciais só deve ser conduzida sob orientação médica ou especializada. Quando se fizer, deve-se restringir-se às doses indicadas. Qualquer óleo essencial em doses elevadas pode provocar reações de toxidez ou de irritação. E alguns óleos não devem ser utilizados internamente.  Para o uso interno de óleos essenciais utiliza-se o mel.


> Uso cosmético
Cosméticos orgânicos e naturais utilizam óleos essenciais em suas composições. São eles que proporcionam um delicioso aroma natural, além de ajudar com suas propriedades terapêuticas. Se um produto utiliza aromatizantes sintéticos (essências), não pode ser considerado um produto natural.

Como utilizar OEs em seus cosméticos?
Diluir de 1 a 2,5% de OE em shampoos, condicionadores, máscaras, cremes hidratantes, máscaras de argilas, óleos vegetais, etc..
1 gota = 0,05ml aproximadamente.
1ml = 22 gotas aproximadamente

Veja a tabela de OEs para cada tipo de cabelo aqui

OBS: Nunca utilizar óleo essencial puro nos cabelos!


Cuidados na Utilização de Óleos Essenciais
Os óleos essenciais possuem forças voláteis em extrema concentração (cada gota de óleo corresponde à cerca de 30 g do material vegetal) e cuja ação se faz imediatamente sobre o organismo humano.

Assim, os cuidados naturalmente dedicados durante a aplicação de qualquer tratamento devem ser redobrados quando de sua utilização.

Veja os cuidados a serem tomados 
com óleos essenciais aqui.


Então pessoal, agora vocês já sabem que apesar dos OEs serem ótimos para uso cosmético, sua principal função é mesmo a terapêutica (Aromaterapia).
Logo, na hora de escolherem um OE para colocar no shampoo ou tratar os cabelos, procurem saber suas indicações terapêuticas também...


Eu falei sobre algumas propriedades dos OEs aqui.


Bjssss!!

Postar um comentário

  1. Olá tudo bom? Então, tenho uma dúvida cruel, com a utilização dos óleos vegetais e essenciais para beneficiar nossas madeixas me surgiu uma dúvida, já ouvi dizer em NANOTECNOLOGIA, que consiste em moléculas bem pequenas facilitando a penetração ao córtex, e com relação aos O.V e O.E qual peso molecular? Será que elas penetram ou ficam na surpeficie? Bjim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Shely!
      Não, os óleos vegetais não chegam no córtex. Os benefícios dos óleos são alcançados através do couro cabeludo (Por isso a importância da massagem capilar) e nas cutículas, que são as partes mais externas dos fios. Eles ajudam a proteger, hidratar, tirar o frizz, diminuir o volume, etc...

      Porém, cada óleo tem uma composição diferente, logo terão aqueles que são absorvidos mais rápido e outros que demoram mais... e portanto cada óleo deve ter um peso molecular diferente.

      Os óleos essenciais creio que devam chegar sim, pq eles na verdd não são "óleos". mas como eles não podem ser utilizados sozinhos, pois precisam de um óleo carreador. Então daria no mesmo...

      (creio que a maioria dos produtos capilares não alcancem o córtex, portanto assim como o óleo, os tratamentos só duram enquanto usamos, a não ser claro, aqueles que contenham componentes aliados á nanotecnologia)

      Pretendo pesquisar mais sobre isso tbm...

      bjsss

      Excluir
  2. Olá Erika, vc que saca tudo sobre o universo dos óleos, aqui vai uma perguntinha, dentre todos estes óleos vegetais e essenciais existe algum que contém propriedades que proteje os cabelitos do calor do secador e chapinha (termo-ativado)? Bjus e PARABÉNS .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os OEs não tem essa função, pois não contém ácidos graxos. O melhor óleo vegetal para isso, seria o de macadâmia.
      bjs

      Excluir
  3. Erika, gostaria de saber qual a sua opinião a respeito de coloração dos fios brancos por Hena tipo da marca Surya,se ha contra indicações, se é química mais pesada que as tinturas normais, etc

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não não...pelo contrário, a henna é bem mais saudável e mais natural...o único problema dela é que resseca muito os fios, e não sei se cobre brancos totalmente não...
      bjsss

      Excluir
  4. Oi Erika,

    O óleo refinado de semente de uva perde propriedades em relação ao óleo normal?

    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, sempre perde um pouco... mas é difícil achar óleo de semente de uva virgem, e se achar vai ser bem mais caro...
      bjsss

      Excluir
  5. oi, adorei seu site, li dias desses quando estava procurando coisas sobre cabelo e amei!
    ate comprei algumas coisas pra testar no meu cabelo e realmente o resultado é incrivel, parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom Patricia!
      Seja muito bem vinda ao Clube!
      bjksss

      Excluir
  6. Erika como utilizo os óleo essencial naquele difusor elétrico via aroma? Ele tem capacidade pra 10ml estou querendo comprá-lo mas estou com dúvidas quanto a utilização, posso misturar até quantos tipos de óleos essenciais? Adiciona água ou o óleo puro? Obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi amore, vc coloca um pouco de água com 6 a 7 gotas de OE. Se quiser pode misturar... aí coloca 3 gotas de cada... melhor misturar no máximo 2.
      bjksss

      Excluir
  7. Erika meu nome é Pâmela, não sei pq não apareceu o nome, rsrs.. Então me apaixonei por essa área pq tenho acompanhado seu site que por sinal é muito esclarecedor. Tem de tudoo!!! Amo as suas dicas, parabéns! Vc é um amor! Obrigada por me responder! Beijoosss :))

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prazer, Pâmela!!
      Seja muito bem vinda aqui no Clube! Fico feliz que vc goste daqui!
      E qq dúvida a mais, estou à disposição! Bjkssss

      Excluir
  8. Oiii Erika!! Sou eu novamente (Pâmela). Estive pesquisando sobre o óleos e me interessei mto pelo lavanda/lavandim, gerânio e bergamota mas vi que esse último é fotossensível e não pode expor ao sol após o uso. Isso se aplica mesmo qdo utilizamos ele no difusor elétrico??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Pâmela!
      Não não... só quando forem aplicados (todos os cítricos) sobre a pele, é que não pode se expor ao sol até uma hora depois. No difusor não tem problema, ok?
      bjksss

      Excluir
    2. kkkkkk.. Ai ai .. Só eu mesmo!!! Me dá um desconto pq sou nova no ramo! Já tava olhando contra-indicações para grávidas e hipertensos.. Então se eu utlizar o alecrim no difusor não prejudica meu papis (hipertenso) não né?!

      Excluir
    3. Não não... muita calma nessa hora!! rsrsr
      O difusor só não tem problema para a exposição ao sol. Pq aí o óleo não fica na pele.
      Maaaaaaaaaaaaaaassss com relação à patologias sim!!! Pois tudo que vc cheira chega ao cérebro, e age nas glândulas e hormônios, afetando todo o organismo... logo, se vc for hipertensa, e cheirar um óleo com propriedades estimulantes, pode sim, lhe fazer mal. Então neste caso, o difusor tbm não é recomendado... qdo seu papis estiver por perto, use a lavanda, bergamota... e deixe o alecrim pra qdo ele não estiver, ok?
      bjksss

      Excluir
  9. Hummm.. Tá legal! Agora tô compreendendo melhor.. Rsrs.. Valeu pelas dicas! Beijoosss!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ok amore...qualquer dúvida, me grita aqui, ok? bjssss

      Excluir
  10. Olá Erika tudo bem? Estou querendo comprar um difusor pessoal pra fazer uso do OE de manjericão, pois descobri que ele é bom pra quem tem zumbido no ouvido. Vc tem algum post ensinando detalhadamente a usar OE no difusor? Me desculpa se vc já explicou, é que estou lendo tantos artigos o dia todo, que já estou vesga... rs
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Deby,
      Não tem mistério... é só pingar uma gota do OE puro, no seu difusor pessoal, e ficar com ele no pescoço. Se for o difusor elétrico, aí vc coloca um pouco de água com 6 gotas do OE.
      bjksss

      Excluir
  11. Obrigada Erika!! Estou super feliz, achei óleos essenciais na minha cidade, em uma loja de produtos naturais. Agora só preciso saber tb como utilizá-los nos cabelos...
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Deby, nos cabelos, vc tem que diluir o OE em um óleo vegetal se for fazer umectação, ou pode colocar no shampoo, ou máscaras. para cada 100 ml, vc pode usar umas 25 gotas de OE.
      bjsss

      Excluir
    2. Valeu Erika, farei isso! Depois volto aqui pra te contar os resultados!!! Adoro seu blog sabia? Seu bom humor, sua forma de escrever, as respostas que sempre nos dá com tanta atenção, tudo isso mostra que vc é uma pessoa super do bem.
      Beijos e feliz 2014!

      Excluir
    3. Ah sim, se eu for diluri no óleo vegetal, quantas gotas eu coloco?

      Excluir
    4. Oi Deby!
      Que bom que vc gosta do blog <3 <3 <3 Fico feliz \0/
      No óleo vegetal é a mesma qtdd: 25 gotas para cada 100ml de óleo vegetal.
      bjksss e um maravilhoso 2014!

      Excluir
  12. Oi Erika! :)
    Quais óleos vc recomenda para inchaço, má circulação, inflamação nas pernas? Obrigada!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi JUubs, o cipreste e o gerânio ajudam a ativar a circulação e ajudam na retenção hídrica. (laranja, grapefruit, limão, funco,bétula tbm ajudam na retenção de água). A inflamação vai depender da causa... não dá pra generalizar...
      bjksss

      Excluir
  13. Olá Erika,
    Gostaria de fazer um perfume com óleo essencial de lótus, é possível?
    Posso substituir a essência, que é sintética pelo OE?
    O que você sugere?
    Grata!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana!
      Olha, poder até pode... mas vc tem noção do preço do óleo essencial de lótus?
      É caréeeeeeeerriiiiiiimooooo!!!
      Vi num site europeu pela bagatela de 594 EUROS, a quantidade de 5 ml de OE de lótus.
      Vai encarar?
      Outros OEs caríssimos tbm, são o de Rosa, e de Jasmim... mas não chegam nem ao pé do preço do lótus!
      bjkss

      Excluir
  14. Oi Erika, estou querendo colocar óleo essencial em uma mistura de água de arroz e vinagre de maçã, quantas gotas eu coloco? E qual óleo vc indica?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi amore, qual seria o objetivo dessa mistura? Pra usar como e aonde?

      Excluir
  15. Oi Erika td bem?? Mto interessante esse post, pretendo usar os OE's como aliados na manutençao da saude da minha familia, porem tenho uma duvida, meu marido esta com alguns probleminhas relacionados ao excesso de triglicerideos e açucar no sangue, o medico passou uma dieta e nao sera necessario o uso de medicaçoes, enfim, meu marido esta seguindo a dieta td certinho, porem eu gostaria de dar um UP nessa desintoxicaçao dele usando oleos essenciais ou ate mesmo extratos glicolicos, o q vc me diz? Conhece algum q possa ajudar a dar uma "limpada" no sangue? Pq hj consumimos tanta porcaria com essas comidas industrializadas q uma hora nosso corpo pede arrego, nao tem jeito, e uma desintoxicaçao nessa hora eh fundamental e creio q seja o q meu marido esta precisando no momento. Um grande abraço e obrigada por nos ajudar com essas valiosas informaçoes. Ate mais. Marielle.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marielle,
      Vc diz pra ingestão? Aí só consultando um aromaterapeuta mesmo... pq teria que fazer uma anamnese detalhada com ele, pra ver qual seria o OE mais indicado. Os extratos glicólicos não são ingeridos. O gel de aloe vera seria uma boa opção tbm... dá uma olhada no post sobre a babosa. Bjksss

      Excluir
  16. É que já ví pessoas que colocam gotas de própolis no leite para beber em jejum, dizem ser bom pra muita coisa, só que não sei se é o extrato glicólico dele, faz muito diferença?? Esse gel de aloe vera pode ser consumido? Mil bjosss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh sim!! O extrato de própolis pode. Mas esse aí que as pessoas ingerem é o extrato alcoolico ou o aquoso. Vc sabe se ingerem o glicólico tbm? Agora fiquei na dúvida, tbm! Vou procurar me informar e te falo...
      O gel de aloe pode ser consumido sim. Dá uma olhada no post q fiz sobre como usar a babosa. Tá em "COSMETICA NATURAL"
      bjssss

      Excluir
  17. Olá, gostaria de saber se o óleo de eucalipto adicionado ao shampoo serve no auxilio contra caspa, e quantas gotas devo usar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Debora, serve!
      pode usar de 25 a 50 gotas para cada 100ml de shampoo.
      bjs

      Excluir
  18. Olá Erika!
    Parabéns pelo post, muito úteis as suas dicas, vou usar todas! :D
    Só fiquei em dúvida numa coisa, quando a gente procura no google por quantas gotas tem 1ml, aparecem várias respostas de 20 gotas (inclusive em sites com assuntos farmacêuticos), e você colocou aí o dobro. Para óleos essenciais muda para 40 gotas?
    Obrigada, beijo! =*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jéssica, depois que vc falou fui dar uma pesquisada, e achei um material da Laszlo que diz que 1ml de OE tem 22 gotas.
      Sinceramente, não lembro onde eu vi 40, pq esse post é bem antigo...
      Mas obrigada por observar e me falar! _/\_
      Vou atualizar o post!
      bjkssss

      Excluir
    2. Ahh, obrigada pela informação precisa Erika! Vi que era antigo mesmo, mas como tem muitas pessoas (como eu) que ainda encontram esse post e se baseiam nele. Por isso achei importante perguntar.
      Super parabéns pelo blog de novo! :D
      Beijo!

      Excluir
    3. Foi ótimo vc ter perguntado, Jéssica! Pode perguntar à vontade, que assim eu vou atualizando os posts...hehehe
      bjkssss

      Excluir
  19. Erika, uma dúvida sobre os OEs e OCs. Estive numa loja de produtos naturais e perguntei sobre OE de hortelã-pimenta e cravo e ela me disse que só teria de Hortelã, mas quando peguei o potinho só estava escrito "Óleo de Hortelã", então ela não soube me dizer se seria a mesma coisa que Óleo Essencial ou era diferente. Você sabe me dizer se esses óleos que vemos nas naturistas da vida são essenciais ou não?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Annanda, os OEs são vendidos em lojas de produtos naturais, em vidrinhos de 10ml, e estão escrito "óleo essencial". Esse aí não deve ser...
      bjsss

      Excluir

Obrigada pela visita! Volte sempre!

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Entre para o nosso Clube!

 
Clube do cabelo e cia © 2013. All Rights Reserved. Powered by Blogger
Top